Afinal, o que é a garantia locatícia?

A locação de imóveis também é uma transação financeira, que envolve riscos e requer atenção. E é exatamente para tornar essas transações mais seguras que a Lei do Inquilinato permite que sejam exigidas garantias.

De forma geral, garantias locatícias servem para dar tranquilidade ao proprietário e ao inquilino em relação aos seus direitos e deveres, ou seja, as garantias locatícias existem para tornar a locação mais segura para todas as partes.


Conheça as principais garantias:


1 – Título de Capitalização

Nessa modalidade de garantia de aluguel de imóvel, o inquilino adquire um título de capitalização vinculado ao contrato de locação.  O valor do título varia de 3 a 10 vezes sobre o preço do aluguel, acrescido de taxas. O montante não pode ser movimentado até o vencimento do contrato.

Ao fim do contrato, se as contas estiverem em dia e o imóvel for devolvido de acordo com as cláusulas, o inquilino resgata o título com as devidas correções. Se houver débitos ou prejuízos, o proprietário é quem resgata o título. Em caso de sobras de recursos, o locatário é quem tem direito a sacar o dinheiro.

O custo do título de capitalização para o aluguel de imóvel depende do valor da locação. É uma garantia de proteção para o proprietário e que também pode render algo para o inquilino, se ele não for inadimplente.


2- Fiador


Essa forma de garantia para aluguel de imóvel é muito conhecida pelos brasileiros.

O fiador é a pessoa corresponsável pelo pagamento do aluguel e outros eventuais encargos do contrato de locação. Ele, geralmente, é  proprietário de um imóvel quitado, que entra como garantia na transação.

O fiador também assina um contrato para selar seu compromisso de pagamento em caso de inadimplência do locatário. Para ser fiador de alguém, é necessário, ainda, comprovar renda e não ter restrições de crédito em seu nome.

A vantagem dessa garantia para o locatário, é que ele não precisa pagar taxas ou seguros, como nos casos das outras modalidades.


3- Fiança Locatícia Cred Pago

Funciona assim. O locatário escolhe o imóvel que pretende alugar e define o valor da locação com a imobiliária. Feito isso, o locatário vai até a imobiliária levando em mãos a cópia da última fatura paga de seu cartão de crédito, preenche um rápido cadastro no site da CredPago e clica em enviar. Em menos de 15 minutos a CredPago retorna via e-mail para o locatário e seu garantidor informando o resultado da análise. Em caso de aprovação, será enviado nesse e-mail os termos do contrato a ser firmado entre as partes, bastando clicar em "Aceito os termos do contrato" para abrir uma nova tela solicitando o código de segurança do cartão de crédito. Preenchido esse código o processo é liberado e a CredPago autoriza a imobiliária para assinatura do contrato de locação do imóvel.


 



Tire suas dúvidas